Samambaias: de volta para o futuro

Da década de 1980 direto para 2018, as samambaias estão em alta novamente e, acredite, são (muito) fáceis de cuidar. Inspire-se nos projetos a seguir, escolha sua espécie favorita e encante sua casa com verde

Por Gabriela Meschini |Fotos: Divulgação / Shutterstock | Adaptação web: Tayla Carolina

Esqueça a lenda de que samambaias são bregas ou estão fora de moda. Nos últimos anos, a espécie foi voltando a ser a estrela da casa e, hoje, é sinônimo de um décor fresco e bucólico.

Melhor ainda: a planta é de fácil cultivo, já que requer cuidados básicos fáceis de lembrar, e fica bem em qualquer cantinho – ela pode figurar em jardins verticais ou envasadas, estar suspensa ou no solo, ou ter folhas grandes ou pequenas, entre tantas outras opções.

A seguir, listamos os cuidados de cultivo e inspirações de projetos com diferentes espécies, para convencê-lo de que uma samambaia é tudo que você precisa em seu lar.

Como cuidar

Não há segredos no cultivo de samambaias. No geral, nenhuma das espécies requer luz solar direta – pelo contrário, a planta prefere sombra e/ou luz indireta durante o dia todo. No entanto, sua principal atenção deverá estar voltada à umidade: atmosfera úmida e recipientes embebidos são essenciais para seu desenvolvimento.

Por isso, lembre-se de regar sua samambaia todos os dias e escolha vasos que não retirem a água da planta. Em apartamentos, mais uma precaução: locais com alta corrente de vento desidrata a folhas, então evite dispô-la perto de janelas ou nas varandas.

Quanto ao adubo, opte por ações quinzenais, sempre feitas com produtos orgânicos e ricos em nutrientes – se possível, com capacidade de retenção de água.

Escolha sua espécie!

No projeto do escritório MIS Arquitetura e Interiores, samambaias-americanas decoram um ambiente comercial. Repare que os vasos estão longe de luz direta e de possíveis correntes de vento.

 

Americana (Nephrolepis Exaltata)

A espécie é uma das plantas ornamentais mais vendidas no Brasil, por ser ideais para a decoração: são fáceis de cuidar, muito resistentes e aceitam qualquer modelo de base (vasos ou jardineiras suspensas).

 

Amazonas (Polypodium Aureum)

Com recortes diferenciados, a samambaia-amazonas tem ciclo de vida perene e pode chegar a 1 metro de comprimento, sendo muito eleita como modelo ornamental para paredes verdes.

 

Renda-portuguesa (Davalia Fejeensis)

As belas folhas desta planta fazem jus ao nome recebido. A renda-portuguesa tem ciclo de vida perene, sendo que, no inverno, suas folhas ficam amarelas e caem, rebrotando na primavera.

 

Samambaia de Metro (Polypodium Subauriculatum)

A planta é perfeita para cultivo em vasos suspensos, pois pode chegar a mais de dois metros de comprimento. Com ela, é possível conquistar maior sensação de preenchimento em paredes verdes ou cantos mais altos.