Organize seu guarda-roupa e otimize o dia a dia

Por Victoria Moraes | Adaptação web Tayla Carolina

Não importa o espaço ofertado – um simples armário com compartimentos ou um grande closet –, mudanças simples podem otimizar o dia a dia, facilitar a limpeza e auxiliar muito na escolha do look. Você já desistiu de procurar alguma peça só de olhar para seu guarda-roupa?

Ou quantas vezes você colocou todas as roupas para fora e se arrependeu em seguida do que fez? Somente arrumar o armário não é o suficiente, é impessoal e não funciona em longo prazo, de acordo com a personal organizer Márcia Primo, proprietária da Bespoke.Life. A resposta está na organização, que tem metodologia, é personalizada e você consegue manter. Veja algumas:

Detox Já!

O primeiro passo é como uma peneira: “Mantenha aquilo que você usa. Peças com mais de seis meses sem uso dificilmente serão usadas novamente”, explica a profissional.

Faça um teste: se toda vez que você for sair, tiver de garimpar suas roupas como se fosse um brechó, é um sinal claro de que você precisa fazer um detox. Aí basta fazer a separação de peças que serão mantidas ou que serão doadas e/ou vendidas.

Família com família

Cada tipo de peça tem sua família, que deve ser mantida unida sempre. Não é inteligente peças de “famílias” diferentes agrupadas. Também não há regra de que as camisetas, por exemplo, devem sempre estar nas primeiras gavetas: “Tudo dependerá do estilo de vida da pessoa”, ressalta a personal organizer.

Se você malha todos os dias, por exemplo, as roupas de treino devem ficar sempre nas primeiras gavetas. Outra dica é: todas as peças devem estar visíveis – se amontoadas ou em cima umas das outras, a organização não dura uma semana.

 

Para ler todas as dicas de organização, compre a revista Casa & Construção – Ed. 147