Qual o melhor processador de alimentos? – Veja os 2 melhores!

Qual o melhor processador de alimentos? – Veja os 2 melhores!

Qual o melhor processador de alimentos que possuímos disponível atualmente? Os processadores de alimentos são produtos cada vez mais escolhidos pelos usuários, devido à sua qualidade e inúmeras utilizações.

Esses dispositivos oferecem aos proprietários uma ampla gama de auxiliares de cozinha. Nos últimos anos, devido ao avanço tecnológico em curso e uma maior presença da domótica, os robôs de cozinha alcançaram uma evolução real.

Os processadores ajudam concretamente os usuários que desejam economizar tempo e dinheiro até na cozinha.

Neste artigo explicaremos o que é um desses, ilustraremos os critérios para fazer uma excelente compra e apresentaremos qual o melhor processador de alimentos atualmente disponível no mercado. Leia conosco!

O que é um processador de alimentos?

o que é um processador de alimentos
Qual o melhor processador de alimentos?

Antes de sabermos qual o melhor processador de alimentos, precisamos compreender o que é esse eletrodoméstico essencial nos dias de hoje.

Muitas vezes, trabalhadores, alunos e qualquer outra pessoa, por falta de tempo ou vontade, decidem limitar a quantidade de pratos a preparar. Ao fazê-lo, no entanto, encontram-se vários inconvenientes, incluindo uma qualidade inferior das refeições (pense nas refeições pré-cozidas).

Em um país de fortes tradições culinárias como o Brasil, você não pode abrir mão de um almoço farto ou de um jantar suntuoso. E se eu dissesse que existe uma maneira de obter ótimos resultados rapidamente?

A solução existe e é identificada como “processadores de alimentos”. É um produto poderoso que inclui um processador, um liquidificador, uma batedeira, uma batedeira planetária e, dependendo do modelo escolhido, outros eletrodomésticos.

Todos esses dispositivos são então incluídos em um único produto, economizando espaço também. Os processadores podem ter formatos diferentes em base nos recursos incluídos.

Existem exemplares, principalmente os de alto padrão, que podem cozinhar em total autonomia (após receberem o comando específico do usuário).

São constituídos por uma área de trabalho, possuindo diferentes modos e velocidades, e um recipiente para a disposição dos pratos preparados. Não faltam fabricantes que decidem incluir lâminas de reposição ou outras ferramentas adicionais nos dispositivos.

As configurações podem ser mais ou menos elaboradas: alguns dispositivos exigem mais esforço por parte do usuário, enquanto outros são capazes de ajustar automaticamente todas as várias configurações em base no tipo de alimento inserido.

Economia

Frequentemente, as pessoas são desencorajadas a comprar por causa do preço. Na verdade, ao escolher este produto, você se encontrará diante de uma economia considerável.

  • Você pode evitar ter que comprar comida em restaurantes ou outros lugares desse tipo diariamente;
  • São projetados para otimizar o consumo de energia: sem surpresas na conta de luz!

Como escolher um processador?

como escolher um processador de alimentos
Qual o melhor processador de alimentos?

Para chegarmos a conclusão de qual o melhor processador de alimentos, é claro, temos que saber como escolher um modelo desses. Nesta seção decidimos criar um pequeno guia de compras, no qual você encontrará todas as informações de que precisa.

Potência

Você só pode levar em conta a potência para comprar, obviamente de acordo a suas necessidades.

Normalmente, os dispositivos deste tipo mais comum pode contar usando uma potência de cerca de 250/350 W. Esta especificação permite muitas operações básicas. As cores que desejam obter recursos adicionais terão que considerar produtos de uma potência superior a 750 Watts.

Obviamente, em todos os processadores de alimentos é possível escolher a potência correta de acordo a operação que será realizada.

Dimensões

Os processadores podem ter tamanhos diferentes dependendo da potência, funções e acessórios incluídos. Dependendo do espaço disponível e de suas necessidades, você precisará escolher um do tamanho correto.

Você pode optar por um design específico, por exemplo, vintage ou moderno, e escolher a capacidade do recipiente. Quanto ao último elemento, você pode seguir as seguintes diretrizes:

  • 1,5/2 litros para 1 ou 2 pessoas;
  • Pelo menos 4 litros para famílias maiores;
  • 6 litros para quem vai cozinhar para muita gente (incluindo pequenos restaurantes, pastelarias, padarias e similares).

Funcionalidade extra

Os modelos disponíveis são diferentes: daqueles em que é necessária supervisão humana constante, até 3 em 1 com motor (inclui o processador, liquidificador e batedeira). Esta última categoria, a mais difundida, permite realizar quase todas as atividades sem dificuldades particulares.

Os fabricantes muitas vezes optam por alterar o design dos dispositivos que produzem, a fim de conquistar o maior número possível de usuários.

Os amantes de doces também poderão escolher aparelhos com motores mais potentes e lâminas extras fornecidas que permitem obter um resultado muito melhor.

As cozinheiras podem fritar, cozinhar, misturar, vaporizar, picar, bater e amassar com total autonomia e em pouco tempo. Graças a esses aparelhos será possível preparar massas, arroz e sopas no recipiente, com ingredientes saudáveis e economizando dinheiro.

Muitos ficam particularmente impressionados com os modelos, que permitem comprar e posteriormente instalar componentes extras, com os quais você pode preparar outras iguarias.

As possibilidades, neste caso, são ilimitadas. A montagem dos componentes também é muito simples, graças aos guias de instruções que estão inseridos nas embalagens.

Limpeza e manutenção

Por se tratar de um dispositivo elétrico, é possível que com o tempo ocorram possíveis avarias. Quase todos os fabricantes oferecem atendimento ao cliente onde você pode solicitar informações sobre o reparo.

A maioria podem ser facilmente desmontados, de modo a poder lavar única e exclusivamente as partes não elétricas que tendem a se sujar (como o recipiente) com líquidos especiais ou na máquina de lavar louça.

O resto da máquina pode ser limpo, mas sem o auxílio de água ou outras substâncias que possam danificá-la. A limpeza após cada uso é essencial. Portanto, certifique-se de que o dispositivo que você está prestes a comprar pode ser desmontado e facilmente limpo.

Os melhores processadores de alimentos

Qual o melhor processador de alimentos?
Qual o melhor processador de alimentos?

Vamos agora descobrir quais são os melhores processadores de alimentos. Para agradar a todos, decidimos selecionar produtos de diferentes categorias, do mais barato ao topo de linha.

1. Philips HR7310/00

Qual o melhor processador de alimentos?
Philips HR7310/00

Qual o melhor processador de alimentos? Podemos começar com o Philips HR7310/00, esse que é um dos processadores de alimentos mais baratos disponíveis no mercado, apesar de ter uma qualidade bastante alta. As dimensões são muito limitadas e o motor tem potência de 700 W.

Vamos começar imediatamente com um aparelho cujo custo é realmente muito baixo. HR7310 00 da Philips é um processador com dimensões compactas e que ainda garante uma qualidade bastante elevada.

Na embalagem você encontrará um grupo de lâminas “S”, um disco reversível, um acessório emulsificante e outro para amassar. Existe uma entrada no corpo do robô que permite aos usuários inserir os alimentos sem primeiro picar ou cortar excessivamente.

A montagem dos acessórios é rápida e fácil e é possível lavar o produto diretamente na máquina de lavar louça. O poço motor 700 W pode processar praticamente qualquer tipo de alimento, incluindo massa para pão, vegetais duros, queijo e chocolate. 

2. Bosch MCM3200W MultiTalent 3

bosch mcm3200w multitalent 3
Qual o melhor processador de alimentos?

Qual o melhor processador de alimentos? Nossa segunda e última opção é da marca Bosch. Com potência de 800 Watts, duas velocidades e funcionalidade Pulse, o Bosch MCM3200W MultiTalent 3 é um produto de altíssima qualidade que também permite preparar deliciosos smoothies.

O motor deste é ligeiramente mais poderoso do que a proposta anterior: 800 W. Os utilizadores ainda poderão poupar energia, otimizando assim o consumo, graças às duas velocidades (a escolher de acordo com o prato a preparar) e à função Pulse.

O alimento é processado numa tigela com capacidade para 2,3 litros, na qual é possível inserir os alimentos pelo orifício especial. Também muito interessante é o copo liquidificador, para preparar smoothies e outras bebidas geladas. O design é muito simples e as dimensões são limitadas, tornando este ideal até mesmo para as cozinhas menores.

O produto, graças às inúmeras ferramentas fornecidas, pode explorar mais de 30 funções, com as quais é possível ralar, moer e misturar. Uma relação qualidade/preço incrível. Descobriu qual o melhor processador de alimentos para sua necessidade? Até a próxima!

Deixe um comentário